Responsabilidade Social

Abertura de Concurso – Bolsa/Mecenato 2021/2022

Mais informações: Edital-bolsas-mecenas-2021

Formulário de Candidatura

Planos de Pagamento Faseados 2021-202

despacho: 95.2021_Planos de pagamento faseados 2021-2022

Medidas de Apoio aos Estudantes do Ensino Superior

Lei n.º 35-2021, 8 de junho

Abertura de Concurso – Bolsa/Mecenato 2021/2022

Edital bolsas mecenas 2021

 Formulário de Candidatura

Divulgamos iniciativa da parceria IEFP/Google/APDC, que se constitui na oferta de formação certificada pela Google em competências digitais (em várias vertentes) a pessoas em situação de desemprego e inscritas nos Serviços de Emprego, e que se podem inscrever até ao dia 7 de maio.

IEFP colabora com Google e APDC para oferecer 3 mil certificados profissionais em Portugal

Candidaturas estão abertas até dia 7 de maio. Candidate-se aqui:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdh7useFl6uRSRArjRwTFhe6lo-mJdYlNNO1PiA6RCk7df65Q/viewform

Atendimento:

2ª feira e 5ª feira/Zoom de manhã, pela Lara Andrade: ID 930 320 4990;

3ª feira e 6ª feira/Zoom de tarde, Maria José Abreu: ID 975 013 0223;

– Atendimento presencial será à 4ª feira de tarde até 21.07 e a 28.07 todo o dia;

Projeto Jovens em Movimento 2021/Município de Oeiras

Para mais informações sobre o projeto consulte o site http://www.cm-oeiras.pt/pt/viver/juventude/Paginas/jovensemmovimento.aspx

Faça a sua candidatura aqui

2020: um ano diferente para o voluntariado – 09 dezembro.

2020: um ano diferente para o voluntariado

Bolsas de Mérito Social 2020/2021

Acta Bolsa de Mérito Social

Regulamento de Bolsas de Estudos

Despacho nº 9138/2020-Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior

Aviso | Planos de Pagamento 2020/2021

Despacho n.º 98/2020- Planos de pagamento faseados|Ano letivo 2020/2021

Bolsas de mérito social  Ano letivo 2020/2021 

Despacho n.º 97/2020Bolsas de mérito social – Ano letivo 2020/2021

Observatório de Alojamento Estudantil

Site: https://www.maisalgarve.pt/noticias/nacionais/21522-mctes-observatorio-do-alojamento-estudantil-ja-disponivel-online

O Observatório do Alojamento Estudantil permite auxiliar os estudantes do ensino superior na procura de alojamento. Com esta nova ferramenta as famílias passam a dispor, em tempo real, de informação validada sobre a oferta de alojamento disponível em cada concelho, incluindo aqueles em que a pressão imobiliária mais se faz sentir.

https://www.dges.gov.pt/pt/noticia/observatorio-do-alojamento-estudantil

Os dados do Observatório do Alojamento Estudantil podem ser consultados em www.student.alfredo.pt

O Gabinete de Responsabilidade Social (GRS) apoia os estudantes da FDUL com dificuldades económico-financeiras, sociais, e de integração. Atua em articulação com os SASUL (Serviços de Ação Social da Universidade de Lisboa), e ao abrigo de protocolos com os nossos parceiros, como a AAFDL e a AAAFDL da FDUL, na divulgação e na criação de apoios sociais aos estudantes (designadamente, bolsas de estudo, bolsas de Mérito Social, apoios sociais indiretos, entre outros.

Procura identificar e mobilizar apoios que permitam dar resposta a necessidades diversas, tais como alimentação, transporte, alojamento, propinas, materiais didáticos, entre outros, de estudantes que se encontram em situação de comprovada insuficiência económica ou com necessidades especiais, combatendo deste modo o abandono e insucesso escolares e contribuindo para a aquisição de competências transversais socialmente úteis e para a conclusão da formação académica.

As atividades do GRS concretizam-se através:

• da sinalização de estudantes com comprovada carência económica, mediante manifestação de interesse e pedido do próprio, respetiva análise da situação atendendo à sua especificidade e identificação de potenciais recursos que possam ser aplicáceis;

• da divulgação dos apoios sociais existentes utilizando para tal canais de comunicação diversos;

• da realização de sessões de informação e esclarecimento sobre as bolsas dos SASUL ou outras;

• do auxílio aos estudantes, mediante pedido, na preparação e submissão das respetivas candidaturas a apoios sociais.

O GRS organiza ainda a prestação de trabalho de voluntariado de acompanhamento social e ambiental, dando apoio à institucionalização de clínicas legais em parceria com a Pro Bono e a Comunidade Vida e Paz e de Clínicas de Rua especializadas em educação jurídica.

Consulte aqui algumas opções de crédito universitário.

Consulte aqui as várias opções


Aviso: LINHAS DE APOIO PSICOLÓGICO

“Linha de Apoio Psicológico em Crise para a comunidade ULisboa” mantida por voluntários da Faculdade de Psicologia, de segunda a sábado, das 10: às 18:00.

O número para onde se pode ligar é o 210443599.”

———————-

“Fundação S. João de Deus coloca a partir de agora ao dispor da comunidade uma Linha de Apoio Psicológico – ESCUTATÓRIO, uma equipa de psicólogas, disponíveis para acompanhar/ apoiar no planeamento das actividades de vida quotidianas que promovam a establidade emocional e a qualidade de vida. O apoio psicológico é gratuito e tem abrangência nacional. O custo das chamadas é da responsabilidade de quem activa o contacto (chamada para telemóvel MEO). Os contactos disponíveis são: 924 101 462 / 961 962 828 / 967 072 421.

Com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, diariamente, são lançadas mensagens nas redes sociais com o objectivo de informar e cuidar à distância: são inseridas notas no facebook “Dica: Como manter a sua saúde mental em casa”, com base na informação disponibilizada pela OPP e “Lembrete do Dia”, baseada na informação veiculada pela DGS”

Divulgamos iniciativa da parceria IEFP/Google/APDC, que se constitui na oferta de formação certificada pela Google em competências digitais (em várias vertentes) a pessoas em situação de desemprego e inscritas nos Serviços de Emprego, e que se podem inscrever até ao dia 7 de maio.

IEFP colabora com Google e APDC para oferecer 3 mil certificados profissionais em Portugal

Candidaturas estão abertas até dia 7 de maio. Candidate-se aqui:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdh7useFl6uRSRArjRwTFhe6lo-mJdYlNNO1PiA6RCk7df65Q/viewform

A Google vai distribuir 3.000 certificados de formação online em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e a Associação Portuguesa de Desenvolvimento das Comunicações (APDC). Os cursos à escolha (de cerca de 120 horas cada um) são ministrados através da plataforma Coursera e são em quatro áreas distintas: Apoio Técnico de Tecnologias de Informação (TI), com 50% das vagas e ministrado em português, e Gestão de Projetos, Análise de Dados e Design da Experiência do Utilizador, com as restantes 50% de vagas e todos ministrados em inglês.

O IEFP e a APDC trabalharão em conjunto para selecionar 3.000 candidatos que terão acesso a um dos cursos e ao respetivos certificados, de acordo com as regras definidas: 50% das vagas destinam-se a mulheres e também 50% destas vagas devem ser ocupadas por pessoas residentes fora dos distritos de Lisboa e do Porto, fomentando assim a igualdade de género e potenciando o desenvolvimento de competências fora dos grandes centros urbanos.

Adicionalmente, o Google.org, braço filantrópico da Google, alocará mais de 200 certificados que serão distribuídos pela Fundação da Juventude, com o apoio da INCO, a pessoas em situação de exclusão e vulnerabilidade, em processo paralelo ao do IEFP com a APDC.

Aos candidatos não é exigida nenhuma formação ou experiência prévia, para além de terem o 12.º ano completo. Contudo, se a escolha for por um dos 3 cursos ministrados em inglês, o bom domínio desta língua é fundamental.

Por isso, se tem pelo menos o 12º ano completo, bom domínio do inglês para os cursos de ‘Análise de Dados’, ‘Gestão de Projetos’ e ‘Design da Experiência do Utilizador’, se está interessado em mudar de vida e se quer desenvolver um percurso profissional numa área tecnológica, essencial para todas as organizações, pode candidatar-se a esta formação.

O curso será efetuado na modalidade e-learning, adequando-se à sua disponibilidade. A título de exemplo, se dedicar 2h/dia (10h/semana) será concluído em 3 meses. Com a sua conclusão, obterá o respetivo certificado Google. O programa terá de estar obrigatoriamente terminado até 31 de dezembro 2021.

De forma a otimizar a utilização das licenças, não poderão ser permitidas interrupções superiores a 15 dias, pelo que, findo esse prazo, a licença será reatribuída a outr@ candidat@. O acesso gratuito às 3.000 vagas para formação será atribuído pela ordem de entrada das candidaturas, respeitando o critério: 1 candidato género masculino e 1 candidato género feminino, bem como o número de vagas para cada curso.

Com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, diariamente, são lançadas mensagens nas redes sociais com o objectivo de informar e cuidar à distância: são inseridas notas no facebook “Dica: Como manter a sua saúde mental em casa”, com base na informação disponibilizada pela OPP e “Lembrete do Dia”, baseada na informação veiculada pela DGS”

setembro, 2021

X