Responsabilidade Social

Dia PRO BONO 2021 I 24 de novembro

No âmbito da European Pro Bono Week, a Aliança Pro Bono, a PRO BONO Portugal, a Eversheds Sutherland FCB, a PLMJ, a Sérvulo, a SRS e a VdA têm muito gosto em anunciar a terceira edição do Dia Pro Bono em Portugal, que terá lugar na Universidade Católica Portuguesa, Faculdade de Direito (Escola de Lisboa), no dia 24 de novembro de 2021, entre as 17h00 e as 19h30.

O evento será realizado por transmissão online, pelo que agradecemos inscrição para o e-mail direitoprobono@gmail.com até dia 22 de novembro.

Mais informações:  Convite dia probono 2021

Abertura de Concurso – Bolsa/Mecenato 2021/2022

Mais informações: Edital bolsas mecenas 2021.

Formulário de Candidatura

Abertura de Concurso –Bolsas de Mérito Social 2021/2022

As candidaturas decorrem entre os dias 8 de outubro e 15 de outubro (inclusive).

Despacho: 109/2021 – Bolsa de Mérito Social

Formulário: Impresso-de-Candidatura-Bolsa-de-Mérito-Social

Medidas de Apoio aos Estudantes do Ensino Superior

Lei n.º 35-2021, 8 de junho

Atendimento Zoom:

  • Maria Luiza Ximenes: ID 306 660 6140, 3ª e 5ª feira tarde das 14h às 17h
  • Lara Andrade: ID  930 320 4990, 3ª 5 a feira manhã das 10h às 13h
  • María José Abreu: ID 975 013 0223, 3.ª feira manhã e 5.ª feira tarde

Atendimento Presencial

Atendimento Presencial
2ª, 4ª e 6ª das 10:00 as 13:00 e das 14:00 as 17:00.

Tel.: +351 217 984 600
Telm.: 960 486 338 – das 10h00 às 12h00
responsabilidadesocial@fd.ulisboa.pt

Projeto Jovens em Movimento 2021/Município de Oeiras

Para mais informações sobre o projeto consulte o site http://www.cm-oeiras.pt/pt/viver/juventude/Paginas/jovensemmovimento.aspx

Faça a sua candidatura aqui

2020: um ano diferente para o voluntariado – 09 dezembro.

2020: um ano diferente para o voluntariado

Regulamento de Bolsas de Estudos

Despacho nº 9138/2020-Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior

Observatório de Alojamento Estudantil

Site: https://www.maisalgarve.pt/noticias/nacionais/21522-mctes-observatorio-do-alojamento-estudantil-ja-disponivel-online

O Observatório do Alojamento Estudantil permite auxiliar os estudantes do ensino superior na procura de alojamento. Com esta nova ferramenta as famílias passam a dispor, em tempo real, de informação validada sobre a oferta de alojamento disponível em cada concelho, incluindo aqueles em que a pressão imobiliária mais se faz sentir.

https://www.dges.gov.pt/pt/noticia/observatorio-do-alojamento-estudantil

Os dados do Observatório do Alojamento Estudantil podem ser consultados em www.student.alfredo.pt

O Gabinete de Responsabilidade Social (GRS) apoia os estudantes da FDUL com dificuldades económico-financeiras, sociais, e de integração. Atua em articulação com os SASUL (Serviços de Ação Social da Universidade de Lisboa), e ao abrigo de protocolos com os nossos parceiros, como a AAFDL e a AAAFDL da FDUL, na divulgação e na criação de apoios sociais aos estudantes (designadamente, bolsas de estudo, bolsas de Mérito Social, apoios sociais indiretos, entre outros.

Procura identificar e mobilizar apoios que permitam dar resposta a necessidades diversas, tais como alimentação, transporte, alojamento, propinas, materiais didáticos, entre outros, de estudantes que se encontram em situação de comprovada insuficiência económica ou com necessidades especiais, combatendo deste modo o abandono e insucesso escolares e contribuindo para a aquisição de competências transversais socialmente úteis e para a conclusão da formação académica.

As atividades do GRS concretizam-se através:

• da sinalização de estudantes com comprovada carência económica, mediante manifestação de interesse e pedido do próprio, respetiva análise da situação atendendo à sua especificidade e identificação de potenciais recursos que possam ser aplicáceis;

• da divulgação dos apoios sociais existentes utilizando para tal canais de comunicação diversos;

• da realização de sessões de informação e esclarecimento sobre as bolsas dos SASUL ou outras;

• do auxílio aos estudantes, mediante pedido, na preparação e submissão das respetivas candidaturas a apoios sociais.

O GRS organiza ainda a prestação de trabalho de voluntariado de acompanhamento social e ambiental, dando apoio à institucionalização de clínicas legais em parceria com a Pro Bono e a Comunidade Vida e Paz e de Clínicas de Rua especializadas em educação jurídica.

Consulte aqui algumas opções de crédito universitário.

Consulte aqui as várias opções


Aviso: LINHAS DE APOIO PSICOLÓGICO

“Linha de Apoio Psicológico em Crise para a comunidade ULisboa” mantida por voluntários da Faculdade de Psicologia, de segunda a sábado, das 10: às 18:00.

O número para onde se pode ligar é o 210443599.”

———————-

“Fundação S. João de Deus coloca a partir de agora ao dispor da comunidade uma Linha de Apoio Psicológico – ESCUTATÓRIO, uma equipa de psicólogas, disponíveis para acompanhar/ apoiar no planeamento das actividades de vida quotidianas que promovam a establidade emocional e a qualidade de vida. O apoio psicológico é gratuito e tem abrangência nacional. O custo das chamadas é da responsabilidade de quem activa o contacto (chamada para telemóvel MEO). Os contactos disponíveis são: 924 101 462 / 961 962 828 / 967 072 421.

Com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, diariamente, são lançadas mensagens nas redes sociais com o objectivo de informar e cuidar à distância: são inseridas notas no facebook “Dica: Como manter a sua saúde mental em casa”, com base na informação disponibilizada pela OPP e “Lembrete do Dia”, baseada na informação veiculada pela DGS”

Divulgamos iniciativa da parceria IEFP/Google/APDC, que se constitui na oferta de formação certificada pela Google em competências digitais (em várias vertentes) a pessoas em situação de desemprego e inscritas nos Serviços de Emprego, e que se podem inscrever até ao dia 7 de maio.

IEFP colabora com Google e APDC para oferecer 3 mil certificados profissionais em Portugal

Candidaturas estão abertas até dia 7 de maio. Candidate-se aqui:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdh7useFl6uRSRArjRwTFhe6lo-mJdYlNNO1PiA6RCk7df65Q/viewform

A Google vai distribuir 3.000 certificados de formação online em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e a Associação Portuguesa de Desenvolvimento das Comunicações (APDC). Os cursos à escolha (de cerca de 120 horas cada um) são ministrados através da plataforma Coursera e são em quatro áreas distintas: Apoio Técnico de Tecnologias de Informação (TI), com 50% das vagas e ministrado em português, e Gestão de Projetos, Análise de Dados e Design da Experiência do Utilizador, com as restantes 50% de vagas e todos ministrados em inglês.

O IEFP e a APDC trabalharão em conjunto para selecionar 3.000 candidatos que terão acesso a um dos cursos e ao respetivos certificados, de acordo com as regras definidas: 50% das vagas destinam-se a mulheres e também 50% destas vagas devem ser ocupadas por pessoas residentes fora dos distritos de Lisboa e do Porto, fomentando assim a igualdade de género e potenciando o desenvolvimento de competências fora dos grandes centros urbanos.

Adicionalmente, o Google.org, braço filantrópico da Google, alocará mais de 200 certificados que serão distribuídos pela Fundação da Juventude, com o apoio da INCO, a pessoas em situação de exclusão e vulnerabilidade, em processo paralelo ao do IEFP com a APDC.

Aos candidatos não é exigida nenhuma formação ou experiência prévia, para além de terem o 12.º ano completo. Contudo, se a escolha for por um dos 3 cursos ministrados em inglês, o bom domínio desta língua é fundamental.

Por isso, se tem pelo menos o 12º ano completo, bom domínio do inglês para os cursos de ‘Análise de Dados’, ‘Gestão de Projetos’ e ‘Design da Experiência do Utilizador’, se está interessado em mudar de vida e se quer desenvolver um percurso profissional numa área tecnológica, essencial para todas as organizações, pode candidatar-se a esta formação.

O curso será efetuado na modalidade e-learning, adequando-se à sua disponibilidade. A título de exemplo, se dedicar 2h/dia (10h/semana) será concluído em 3 meses. Com a sua conclusão, obterá o respetivo certificado Google. O programa terá de estar obrigatoriamente terminado até 31 de dezembro 2021.

De forma a otimizar a utilização das licenças, não poderão ser permitidas interrupções superiores a 15 dias, pelo que, findo esse prazo, a licença será reatribuída a outr@ candidat@. O acesso gratuito às 3.000 vagas para formação será atribuído pela ordem de entrada das candidaturas, respeitando o critério: 1 candidato género masculino e 1 candidato género feminino, bem como o número de vagas para cada curso.

Com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, diariamente, são lançadas mensagens nas redes sociais com o objectivo de informar e cuidar à distância: são inseridas notas no facebook “Dica: Como manter a sua saúde mental em casa”, com base na informação disponibilizada pela OPP e “Lembrete do Dia”, baseada na informação veiculada pela DGS”

janeiro, 2022

X