Susana Antas Videira


Categoria: Professora Associada

Áreas de interesse / investigação:
História das Ideias Políticas
História do Pensamento Jurídico
História do Direito
Filosofia do Direito

Graus Académicos:
Licenciatura em Direito, 1996
Mestrado em Ciências Histórico-Jurídicas, 2001
Doutoramento em Ciências Histórico-Jurídicas, 2012

Investigação e Cooperação Científicas
Vice-Presidente do Instituto de História e do Pensamento Político
Membro da Rede Internacional de Investigadores em Direito e Justiça (RIIDJ)

Membro de centros de investigação:
Investigadora Principal Integrada do Centro de Investigação em Teoria e História do Direito da Universidade de Lisboa (ThD-ULisboa), Unidade de Investigação e Desenvolvimento (I&D) nas áreas científicas do Direito, Filosofia e História, criada em 2013.
Investigadora Coordenadora da Linha Temática “Metamorfoses do Poder: Perspectivas Históricas da Conformação Jurídica de Paradigmas Políticos” (Ref. FCT: TL-4843-2998) do ThD-ULisboa.
Investigadora Colaboradora do CEJEA – Centro de Estudos Jurídicos, Económicos e Ambientais da Universidade Lusíada.

Membros de projetos internacionais de investigação:
Investigadora do projecto Cosmopolitanism: Justice, Democracy and Citizenship without Borders (PTDC/FER-FIL/30686/2017, FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P, Portugal)

Outras Atividades Profissionais:
Professora Associada da Faculdade de Direito da Universidade Lusíada de Lisboa, com a atribuição das regências das disciplinas de História do Direito Português, Fundamentos do Direito Comum Europeu e Filosofia do Direito
Consultora do PNUD para o Projeto de Reforma do Sector da Justiça de Timor-Leste
Consultora da Ordem dos Solicitadores e dos Agentes de Execução

Publicações Mais Relevantes:
Os Desafios da Sociedade Contemporânea no Pós-Estado Social, organização de Vanessa de Melo Pedroso, Susana Antas Videira e Felipe Sarinho de Almeida, Arraes Editores, Belo Horizonte, 2019;
Liberalismo e Questão Social em Portugal no século XIX. Contributo para a História dos Direitos Sociais, com prefácio do Prof. Doutor António Pedro Barbas Homem, Lisboa, AAFDL, 2016;
O Perfil do Juiz na Tradição Ocidental, coordenação científica de António Pedro Barbas Homem, Eduardo Vera-Cruz Pinto, Paula Costa e Silva, Pedro Caridade de Freitas e Susana Antas Videira, do livro, Coimbra, Almedina, 2009;
Para a História do Direito Constitucional Português. Silvestre Pinheiro Ferreira, Almedina, Coimbra, 2005;
“Estado Social – Projectar o Futuro a partir da História”, in Os Desafios da Sociedade Contemporânea no Pós-Estado Social, organização de Vanessa de Melo Pedroso, Susana Antas Videira e Felipe Sarinho de Almeida, Arraes Editores, Belo Horizonte, 2019; pp. 9 a 20;
“Notas sobre a arbitragem no direito público: uma experiência tentada ou um instituto consagrado?”, in Arbitragem em Direito Público, organização de Nuno Villa-Lobos e Tânia Carvalhais Pereira, FGV Projetos e CAAD – Centro de Arbitragem Administrativa, 2019, pp. 161 a 169;
“O diálogo histórico entre a afirmação da liberdade e a garantia da igualdade. Algumas considerações”, revista Duc in Altum, Cadernos de Direito, Faculdade de Damas, v. 9, n.º 18, 2017, 17-31;
«Troika’s Portuguese Ministry of Justice Experiment, Part II: Continued Positive Results for Civil Enforcement Actions in Troika’s Aftermath », International Journal for Court Administration, 8, 1, 2016, 2031, em co-autoria com Pedro Correia;
«Troika’s Portuguese Ministry of Justice Experiment: An Empirical Study on the Success Story of the Civil Enforcement Actions», International Journal for Court Administration, 7 (1), 2015, pp. 37-50, em co-autoria com Pedro Correia;
«A avaliação do regime jurídico de má-fé em Portugal», Revista Direito GV, v. 10, nº 1, Novembro de 2014, pp. 347 a 363, em co-autoria com Pedro Correia, Tânia Piazentin e Joana Campos;
“Citius – Breves Considerações do Ponto de Vista Jurídico Constitucional”, in Scientia Iuridica, Abril-Junho 2009, tomo LVIII, n.º 318, pp. 363 e ss.;
“Regime Processual Civil Experimental – Algumas Considerações na Perspectiva Jurídico-Constitucional”, in Scientia Iuridica, Janeiro-Março 2007, tomo LVI, n.º 309, pp. 105 e ss;
“Casamentos Simulados”, in Scientia Iuridica, Outubro-Dezembro 2008, tomo LVII, n.º 316, pp.131 e ss., em coautoria com João Arsénio de Oliveira;
“Country Report: Portugal – Recent developments in legislation on education in Portugal”, European Journal for Education Law and Policy, 4(1), Março, 2000, pp. 79-80;
“Education law and policy in an urban society”, Yearbook of the European Association for Education law and Policy, The Hague, v.2 (1997), p. 297-299.
É autora dos verbetes Bio-Bibilográficos dos Doutores Antonio Truyol y Serra, Manuel Fraga Iribarne, e António Pinto dos Santos de Meyrelles Coutinho Barriga incluídos no segundo volume da obra coletiva comemorativa dos 100 anos da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, intitulada A Faculdade de Direito de Lisboa no seu centenário, coordenação Martim de Albuquerque, Lisboa, Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, 2013 (em 2 volumes);
“A Emergência da Cultura Jurídica Associada aos Direitos Sociais”, in Ensaios sobre a História e a Teoria do Direito Social – Construção do saber jurídico & função política do Direito, Organizadores Natacha Ferreira Nagao Pires e Alexandre Gazetta Simões, Letras Jurídicas, São Paulo, 2012, pp. 23 a 35;
“O Poder e o Direito em Silvestre Pinheiro Ferreira – Algumas Considerações”, in Estudos em Homenagem ao Professor Doutor Martim de Albuquerque, edição da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Coimbra Editora, Coimbra, 2010, pp. 909 a 984;
“A fiança no apogeu do Direito Romano” in Estudos em Honra de Ruy de Albuquerque, Coimbra Editora, Coimbra, 2006;
“As Ideias Políticas do Rei D. Duarte – Algumas Considerações” in Estudos em Homenagem ao Professor Doutor Raúl Ventura, Edição da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Coimbra Editora, 2003, pp. 637 a 739.

X